sexta-feira, 4 de novembro de 2016

NOTA MUSICAL III

maravilhosa
palavra dita
ao seu tempo
agradável ao ouvidos

assim como é
deliciosa é
a sensação
de ouví-lo cantar

letras que se
misturam à sua voz
como uma grande festa,
encantam anjos,

querubins
que se põem a bailar
música para
alma celebrar

 Marisa Vieira

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

A cada dia abre-se um novo portal para novas ideias, desafios, privilégios, sacrifícios, sonhos, esperanças, realizações...
Bem-vindo à vida!

Marisa Vieira

terça-feira, 9 de agosto de 2016

As aventuras de mym mesma no parque

Ansiosa para brincar, ingresso na mão, transpirando, ela o amassa e vê tá quase estragando o ingresso.
O pensamento num giro de 360 graus... 

Fila da montanha russa... Transpira demais!

De repente ela olha o brinquedo que lhe traz um misto de emoções, medo, tensão, excitação, curiosidade, ela pensa em desistir, a fila está gigante...

hummm gigante, a roda, é isso!!! Ela parece ser mais estável, também dá um frio na barriga porque ela para lá no alto e desce de repente, mas não é como a montanha russa que te enlouquece fazendo caracóis. Ah, os meus cabelos... 

Eu vou sair dessa fila agora!

Quero brincar de outra coisa. Trem fantasma!
Mas fantasma não é de verdade, a emoção da montanha russa e da roda gigante sim! Tá bem, nada de trem de fantasmas.

Algodão doce, eu adoro, já que pretendo ir às nuvens, vou saboreá-las antes (ela ri sozinha), sempre imaginei que algodão doce fosse nuvem. Todo parque de diversão tem um vendedor de nuvens!

O trem da vida precisa seguir... Nem sempre nos trilhos, muitas vezes acontece um desvio, a vida descarrila e parece ter outro ritmo, outro rumo, mas ainda assim, ela só pertence a você.

A vida... Os trilhos... A montanha russa... A roda gigante... Algodão doce... A menina quer brincar...

Os fantasmas nunca são verdade? Que loucura é essa Marisa?!

*mym mesma divagando e sempre!



Nota: Mym Mesma, alter ego de Marisa Vieira

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Frases Soltas

Encontrei a realidade escondida dentro de um poema.
Agradeci aos céus.

Marisa Vieira

quarta-feira, 15 de julho de 2015

domingo, 28 de junho de 2015

Vejo flores

arco
com
a
íris
dos
olhos 
meus
vejo
flores
vejo 
cores
são 
amores
refletindo
os
olhos
teus


marisa vieira

segunda-feira, 27 de abril de 2015

JORGE,O AMOR DE VÊNUS

Por que você acha que Vênus fica ali ao lado da lua, sempre a contemplá-la?
Ela fica perto da lua por saber que lá mora um moço com fama de guerreiro.
Ele tem uma força capaz de domar um dragão!
Imagino ela observando o moço bonito...
Sempre desconfiei que houvesse uma paixão de Vênus por São Jorge.
Ela se prepara toda linda, brilhante, iluminada e sorridente!
Não, não é um planeta, é a própria Deusa!
Ela fica ao lado de sua casa, porque tem certeza que com ele por perto estará sempre segura e bem protegida! Ela é muito é esperta.
Eu faria o mesmo!!!
Salve Jorge!
*Por Marisa Vieira

Gotas..

Quando eu fico chateada, triste, ou quando a tristeza pensa em chegar, procuro ouvir músicas bem alegres, dessas que dão vontade de dançar até as pernas não mais aguentarem, música que você ouve e sorrir cantando, cantando alto,
Sempre funciona!
Eu não sou feliz o tempo todo, mas me esforço, na boa,ultimamente tenho me esforçado bastante!
Mas esforços são recompensados sempre, não que espere a recompensa, mas dá um alívio, saber que há aprendizado dentro do que chamamos sofrimento, ainda que na hora, essa ideia pareça ser um corte na alma, depois a gente entende. Eu só não entendo porque o "depois" demora tanto!
*divagando e sempre!

Marisa Vieira

quinta-feira, 12 de março de 2015

Tudo escrito

Messias deu sinal
corpo, alma e espírito
entoar cântico espiritual
transformar, eu acredito

tudo está escrito
muitos não querem ler
tudo já foi dito
cegos podem ver

mundo em desamor
homem busca fama
com as letras de alma
também escrevo lama

(Marisa Vieira)

Frases Soltas

Xiiii cifra deu, virou canção!

(Marisa Vieira)

[coleção Frases Soltas)

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Deixe-me falar mil coisas...

Aí você se vê em um lugar onde gostaria de ter seus amados por perto e seus amados não estão, eis que a vida te apresenta novos afetos, te dar novas lições, ninguém ocupa lugar de ninguém nesse vasto coração!

Você enfrenta o medo, vem uma coragem que não é sua, mas está em seu gene...
A vida te apresenta novos desafios, novos lugares.
A saudade dos que não mais estão perto para aquele abraço físico e quente, você imagina que irá transformar em sei lá o que, sei lá em quem, até o instante em que seus olhos olham para si, nesse momento você descobre que todo mundo está ali dentro do seu peito, do mesmo lado e não importa onde você for eles estarão sempre contigo!
Como diria Mym Mesma em sua frase que talvez pareça piegas, clichê, mas que resume tudo: Chama vida o nome disso!
Me sinto agradecida por ser uma gota d´'água nesse imenso oceano, chamado VIDA!
| Marisa Vieira |

Mym Mesma e eu:


MM: Então, aquela figura é bem estranha, acho assim, bem polar

MM: Então, aquele figura é bem estranha, acho assim, até bem polar!

MV: Estranha , pode até ser, mas não "bem polar", se diz "BIPOLAR".

MM: Ok, Marisa sabichoooona, agradeço a informação, mas eu quis dizer bem polar, porque é uma pessoa fria pra caraaaaalho!

MV: Ah, tah! Foi mal aê...

MM: Seu mal é achar que sabe tudo sobre im, um dia ainda fujo de casa, aí eu quero ver!

MV: Drmática!!!

*Ainda tenho esperança de que um dia essas duas se entendam!

Fragmentos de Mym Mesma

Se eu for esperar a saudade se afastar pra eu fazer qualquer coisa ou ir a algum lugar, viro um parasita!
Então sigo por aí, até mesmo quando a saudade grita!
Marisa Vieira

*Nota: nesse caso, a palavra saudade pode facilmente ser substituída por medo.

terça-feira, 29 de julho de 2014

Alamanda, a flor...

Fui ao supermercado comprar um vinho e no caminho chuvoso, vi no jardim minha flor preferida, depois do girassol, óbvio, alamanda, várias caídas no chão! Foi a chuva com certeza e isso me fez pensar: 
Um ramalhete de flores não é um túmulo digno para uma flor! 
Já a chuva e o vento, talvez, sabe-se lá, é morte natural. 

Ou quem sabe a própria alamanda tenha se jogado, cansada de viver sempre naquele mesmo galho e pensou como seria por um fim em tudo e pôs.

A mim, resta a lembrança de como o galho era bem mais belo com aquele tom amarelo.

Era oito de março, dia internacional da flor.

*Fim

Marisa Vieira




*Em 08 de março/2014


sexta-feira, 11 de julho de 2014

Século XX e uns...

Nas áreas de ciência, tecnologia: Evolução, um sucesso!
Em humanas: selvageria, um retrocesso.
Assistir a um telejornal é de doar a alma, tamanha tristeza!
Ei, você quer uma alma aí? Ei, você?
Pode levar, eu dou.


Marisa Vieira

Frases Soltas


Sobre insatisfação


Você pode desviar o olhar, mudar de vizinho, trabalho, casa, bairro, mas o estado é interior...
No fim você vai descobrir que a insatisfação não é uma questão geográfica.

Marisa Vieira

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Da Saudade

Se eu for esperar a saudade se afastar de mim pra eu fazer qualquer, mas qualquer coisa viro um parasita!
Eu vou por aí mesmo, até quando a saudade grita!

Marisa Vieira

Frases Soltas

Das poucas convicções que tenho:
A lenda não sabe rezar!

Marisa Vieira

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Dos desejos...

Por um mundo 
Mais vasto, menos casto
Com mais gostos
Menos gastos
Mais rostos
Menos restos
Mais ritos
Menos ratos

(Marisa Vieira)

domingo, 1 de dezembro de 2013

domingo, 27 de outubro de 2013

sábado, 26 de outubro de 2013

Frases Soltas

Deus meu, me dê um pé de paciência, mas que dê fruto rápido!

(Marisa Vieira)

Era virtual

Há pouquíssimo tempo atrás se você soubesse que alguém estava te seguindo era caso de polícia, hoje você anseia por mais e mais seguidores!

Tempos modernos, tempos modernos...

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Promessa

vem menina
do sol no sorriso
diz um poema
de frases soltas
faz tua cena
eu te prometo um terço
e em cada conta
uns mil versos

vem moça
da nuvem nos olhos
rodar a tua saia
e girar no meu braço
que eu te ofereço laços de cores
e flores para enfeitar
teus cabelos
no dia em que vier
pagarei mil promessas
rezarei todos os salmos
um milagreiro a rogar
irei à corda do Círio
um querubim a sonhar


para tê-la ao meu lado
de joelhos subirei
ao Corcovado
de braços abertos
em oferendas me lançarei
um lume certo
velas acesas ao mar

no dia de qualquer santo
ofertarei os mantos
da Penha e de Nazaré
a essa menina moça
essa mulher

(Flávia Côrtes & Renato Gusmão)

Poema de Flávia Côrtes & Renato Gusmão dedicado a poeta e amiga Marisa Vieira, uma menina mulher que solta frases por aí e sonha em pegar o mundo com as mãos para pescar utopia e realidade!
Flávia Côrtes

Renato Gusmão

Frases Soltas

Ex trair é pior que dor de dente!

(Marisa Vieira)

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Levada da Breca

Quando menina, era levada da breca.
Daquelas que têm ventos nos tornozelos.
O tempo passou um pouquinho e a menina levada da breca decidiu ser levada a sério.
Moça, descalçou o pé de vento.
Mas salto alto é pouco para menina acostumada a nuvem.
Aí, fez de um livro trampolim e buscou de volta o pé de vento.
Hoje, nem reclama se não a levam a sério.
Prefere mesmo ser levada a riso a menina levada da breca.
Flávia Côrtes - Outubro de 2012 www.poetaflaviacortes.com.br
Para minha amiga Marisa Vieira - a menina levada da breca. Porque você é daquelas. Daquelas que inspiram em verso. Te vejo mais tarde, lá no pé de vento.

domingo, 28 de abril de 2013

Dom


Graça,
Ainda que eu não ache,
Eu faço, eu dou!!!

(Marisa Vieira)
*imagem da internet

domingo, 28 de outubro de 2012

PALAVRA



Levada no canto
jogada no centro de um furacão,
sou parte da tempestade
a essência da delicadeza no fogo do dragão
que ora teima, ora arde e reparte,
corpo é arte em ebulição,
vulcão que alarda o silêncio
sou levada sem direção, de repente,
atravesso quente feito bala, sou um
tiro a queima roupa, acerto o impreciso
tudo está escrito no não-dito,
nas ideias que me visto
na contramão do pensamento
ou no instante desatento
em que o pensar vira poesia
e o poeta é, sem saber ser
o eternizador de uma faísca
bela, que desliza no ar
até se apagar e dizer
tudo que precisa.

(Cáh Morandi, Marisa Vieira & Priscila Rôde)

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

domingo, 23 de setembro de 2012

Frases Soltas


Ah tire a primeira pedra ela é pesada demais, prometo seguir sobre as outras!


(Marisa Vieira)

terça-feira, 28 de agosto de 2012

sábado, 21 de julho de 2012

(Só)riso



Talvez sinta tristeza
talvez não

pode ser que passe
pode não

meu receio é que cresça
não possa suportar

vontade
de chorar...

acho graça...
sorrindo, refaço-me!



(Marisa Vieira)

quinta-feira, 7 de junho de 2012

domingo, 20 de maio de 2012

Nota Musical III

maravilhosa 
palavra dita
ao seu tempo
agradável ao ouvidos
 
assim como é
deliciosa é
a sensação
de ouví-lo cantar
 
letras que se
misturam à sua voz
como uma grande festa,
encantam anjos,
 
querubins
que se põem a bailar
música para
alma celebrar
 
(Marisa Vieira)

quarta-feira, 9 de maio de 2012

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Redenção

Vida crucificada
madeiro que se fez dor
vida transformada
sangue de amor

(Marisa Vieira)

quinta-feira, 15 de março de 2012

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Poesia ilustrada por Cibele Bacellar


Recortes de Novos Dias / Sérgio Vaz

Abra os braços. Segure na mão de quem está na frente e puxe a mão de quem estiver atrás.
Não confunda briga com luta. 
Briga tem hora para acabar, a luta é para uma vida inteira.
O Ano novo tem cara de gente boa, mas não acredite nele. 
Acredite em você.
Feliz todo dia!

(Sergio Vaz)

Sentindo


Transpiração, lágrimas, respiração
Tecido sem ter tido,
Sem ter sido
Encharcado
Ficou sem sentido
É tudo “piração”.

(Marisa Vieira)

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Lua e Sol

Dormiu Lua
Despertou Sol 
Brilho e calor 
É. A noite foi quente! 


(Marisa Vieira)

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Gratidão

Olho para o jardim 
Agradeço esse Divino carinho
Amor que flutua em asas de passarinho.

(Marisa Vieira)

domingo, 13 de novembro de 2011

Zoom

Está decidido
E em alta resolução
Não quer mais ser pixels
Quer ser paixão.

(Marisa Vieira)


13.11.11

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

sábado, 8 de outubro de 2011

Nota musical II


Nota musical II

me "de_cifra"
me dê notas
me devora
dentro, fora
faz de mim sua canção
antes, depois, acorde...
ao lado meu

(Marisa Vieira)


08.10.11

sábado, 1 de outubro de 2011

A Fila anda II


de repente, assim
falar de amor
que você me causa calor
como se não soubesse

Deus ouviu minha prece

Que faço eu agora
a prece veio fora de hora
o calor que sinto vem de outro corpo
um fogo que não me apavora

minha alma acreditava
que só a você eu poderia amar
sentia com ela, mas meu coração
foi mestre na traição

Marisa Vieira

domingo, 25 de setembro de 2011

Frases soltas


Era virtual a atividade recente...
É a inércia que ressente a era atual.
(Marisa Vieira)

sábado, 24 de setembro de 2011

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

A Fila anda


Ai essa fila que não anda...poxa vida o que essas “ senhorinhas”
estão fazendo na rua uma hora dessas?
Ao lado na fila, um pouco a sua frente, sentia um calor que vinha de um olhar tão forte...
Ela olha pra ele e pensa “como é bonito, não usa aliança, deve ser solteiro,
hummm pode ser gay, vestido assim tão elegante”
De repente ele vira pra ela e diz:
Tem horas?
Ela: sempre (meu Deus, o que eu estou falando?)
Ele ri...perguntei que horas são
Ela ri...ah sim, é que eu tava aqui tão distraída com meus pensamentos e essa fila que não anda...
Eles riem, o papo flui, nem sentem o tempo passar...
Não sabem dizer ao certo, quem convidou quem, saboreavam um café e riam,
falavam alto, reclamavam dos idosos na fila, riam muito, parecem adolescentes em dia de baile.
Nem viram o tempo passar...
Foi uma tarde inesquecível, relembravam e ela toda sorridente.
O mesmo shopping, o mesmo banco, não mais a mesma fila, agora ela tem atendimento especial,
dentro dela tem mora um pedaço meu, tem muito dele dentro de mim...
o silêncio acelerava os pensamentos
Ele: vou esperar lá, vou fumar...
Ela ria, sinalizando com o olhar que a senhora a sua frente ia demorar...
Ele ri olha para sua barriga, não vê a hora do tempo passar, para seu filho abraçar.
Mesmo café,
Ela: você me seduziu.
Ele: Não. Você me seduziu. Riem, são de novo adolescentes.
Não importava quem seduziu... naquela história foi o amor quem sucumbiu.
Fim!
(Marisa Vieira)

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

terça-feira, 26 de julho de 2011

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Negra Vieira II

Pra quem nega a minha, a nossa negritude
não nego minha atitude:
Argh!
Meu país é negro.
Meu sangue é vermelho,
ora, por favor, envergonhe-se diante do espelho.

(Marisa Vieira)

terça-feira, 5 de julho de 2011

Frases Soltas

"no meio do caminho tinha um bueiro, sorria você está no Rio de Janeiro"
(Marisa Vieira)


quinta-feira, 23 de junho de 2011

Nota musical

No disco de seus olhos,
há uma melodia que me encanta.
Brilha em mim o desejo de tocar você.
Faz de mim sua canção?
(Marisa Vieira)

terça-feira, 7 de junho de 2011

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Urca

Preciso um estímulo,
um motivo para sair,
voltar, ficar...
Um lar seja lá qual for.

Um lugar em mim
Pra fixar você
Devolver ao espaço
O tempo que passamos juntos

E construir um novo laço
Forte, denso, profundo.
Desses que não se rompem

Em um segundo.


(Marisa Vieira)

17/08/07

E acho tão bonito esse tempo
de ser tantos caminhos, sem ao menos me perder.

(Priscila Rôde)

quinta-feira, 19 de maio de 2011

terça-feira, 17 de maio de 2011

...

em tempos de Lei Seca
preferiu Picasso do que Idea
feliz como nunca se via, seguiu sem direção...

(Marisa Vieira em "bobices sem fim")

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Amor de muito, amor de Mãe


Útero nutriu
a vida com muito amor
um passo atrás
para relembrar a história
o ventre tão sagrado
hoje habita
minha memória...

(Mamãe, eternamente vou te amar)
09/05/10

(Marisa Vieira)

domingo, 10 de abril de 2011

Mar é Gente (vídeo)


Evento OPA! Monumental - Ocupações Póéticas
Monumento Estácio de Sá / Aterro do Flamengo Rio de Janeiro (RJ)
em 09 de abril de 2011
vídeo por Canal Poemantia Youtube

domingo, 3 de abril de 2011

No_ Tícia(um país diferente)


Tícia é um país bem peculiar.

No Tícia as coisas acontecem e todos sabem em questão de segundos.

No Tícia nada se perdoa, se você vacilar logo todos vão te condenar, te julgar.

Lá é um país muito diferente, no Tícia tudo é demais!

Um anônimo da noite para o dia vira celebridade, no Tícia é assim.

E celebridade da noite para o dia também tem seu fim.



(Marisa Vieira)